sábado, 2 de fevereiro de 2013

ACORDO PEDAGÓGICO



Educar não é um papel fácil. Exige aprofundamento teórico, sensibilidade, paciência e, principalmente amor e dedicação para tal ofício. No dia a dia, nos confrontamos com situações difíceis e desafiadoras, mas somos recompensados ao ver o sorriso de uma criança frente a novas descobertas, a satisfação de ver um aluno resolvendo uma questão até a satisfação do aluno, na conquista de novos horizontes, no final de uma etapa. O professor tem de trazer para a sua prática, a filosofia, pois filósofo é: “Indivíduo que investiga princípio e fundamentos...que procura formular uma reflexão, sintetiza, ou relaciona as metodologias e o conhecimento...” (Dicionário Houaiss)
 Uma escola comprometida com valores como disciplina, cidadania, respeito, somadas a atuação conjunta de uma família formada por estudantes, familiares, professores e equipe técnica pedagógica, constrói-se uma trajetória de sucesso. Aqui podemos fazer um acordo pedagógico que consiste na conscientização das regras sociais de boa convivência, a importância de um bom relacionamento com os colegas e funcionários da escola. Esse acordo tem de ser elaborado entre a família, escola e alunos.  


Os anos iniciais do ensino fundamental representam um tempo de ganhar autonomia, de dominar leitura e escrita, de criar rotina e hábito de estudos, de expressar idéias de forma organizada, relatar fatos, lugares e pessoas. Tempo de conhecer o mundo pelos livros e imaginar-se neles. Os anos finais representam um tempo de comunicar-se com competência. Tempo de empregar o raciocínio lógico para compreender o mundo, chegar a conclusões e utilizar tecnologia para ampliar as aquisições, de construir vínculos, de exercitar o respeito incondicional às diferenças.
A escola para dar certo não depende só do professor, mas toda uma estrutura. Cada um tem de fazer a sua parte.