sábado, 7 de julho de 2012

AS TECNOLOGIAS DA COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO



 
Tecnologia é um termo usado para atividades de domínio humano, embasada no conhecimento, manuseio de um processo e ou ferramentas e que tem a possibilidade de acrescentar mudanças aos meios por resultados adicionais à competência natural, proporcionando desta forma, uma evolução na capacidade das atividades humanas, desde os primórdios do tempo, e historicamente relatadas como     revoluções tecnológicas.” [1]- NCE/USP
            O termo TIC’s (tecnologias de informação e comunicação), pode ser entendido como a aquisição, armazenamento, processamento e distribuição da informação por meios eletrônicos e digitais, ex. rádio, TV, computadores.
            Segundo Lazarte (2000), “Sociedade da informação” é identificada com um mundo em que a informação é a nova mercadoria, assim como a sociedade industrial, sociedade agrícola.
            A introdução dos meios de comunicação em larga escala proporcionada pelas novas tecnologias, fez com que se ampliasse a informação em qualquer área.
            A atual avalanche de informação nos exige uma reavaliação dos significados e conceitos da própria informação.
            A informação só nos faz sentido se nos ajudar na tomada de decisões.
            O ser humano é um pólo de construção de significados, através de experiências, estímulos e informações, pois à medida que ganham sentido vai se construindo o próprio processo de conhecimento. Apesar dessa construção, há uma fragmentação cognitiva, que é a divisão em áreas de conhecimento, na qual cada uma com sua metodologia peculiar, seus ritos, estruturas de poder e valores que chamamos de disciplinas.
            Uma proposta transdisciplinar é difundida por MORIN[2], como uma visão integrativa que distingue características específicas de cada fenômeno e que interagem entre si.
            A utilização da informação nas redes de comunicação precede inclusive á própria Internet, pois a tecnologia pode contribuir para resolver os problemas do ser humano. Aqui entra a educação.
            Na educação, o impacto tecnológico se baliza em dois aspectos: capacitação para o mercado de trabalho e alfabetização digital. Esses dois aspectos são fundamentais para a inclusão social através da educação
            Inclusão aqui não significa equipamentos, mas sim condições de acesso, incorporação ativa do processo de produção, compartilhamento e criação cultural.
           
Alfabetização Digital: inicialização ao uso e compreensão dos recursos básicos da informática, capacitando os indivíduos ao uso de editores de texto, planilhas, navegação e pesquisa na Internet, para isso se torna realidade é indispensável os programas de inclusão digital, que possibilitam a inserção dos indivíduos na sociedade da informação. (MENESES, 2008).[3]



[1] Para a delimitação de terminologias foram consultados alguns pesquisadores por correio eletrônico, livros, bem como dicionários e enciclopédias eletrônicas (Houaiss, TechWeb (HTTP://content.techweb.com) e Wikipedia (htpp;//www.wikipedia.org)
[2] MORIN, Edgar Os sete saberes necessários para a educação do futuro, unesco, 2000
[3] TCC Cristiane da Costa Fernandes, Alfabetização digital: Um estudo de caso 2009, Analisar a valorização do capital humano através do aprendizado de novas tecnologias; Simpósio Internacional de ciências integradas da UNAERP Campus Guarujá São Paulo 2009